Conecte-se

Cultura

Em Brasília, exposição conta a história dos 25 anos do Plano Real

Publicado

em

Os milênios, aqueles que nasceram depois dos anos 2000 e já completaram a maioridade, não viveram o período, mas seus pais, que nasceram na década de 1980 e estão beirando os 40 anos, têm algumas lembranças da hiperinflação da década de 1990, que atingia taxas superiores a 80%.

Naquela época, o poder de compra dos salários se reduzia quase à metade após 30 dias, e o Banco Central corria para produzir mais cédulas. Os supermercados conviviam com a remarcação desenfreada de preços dos produtos. Mas quem não tem memória desse período vai poder entender um pouco desse passado econômico na exposição Estabilidade Real: 25 anos de existência do padrão monetário brasileiro, o Real, inaugurada nesta quarta-feira (28.Ago), no Museu de Valores do Banco Central (BC), em Brasília.

“Os mais jovens têm o privilégio de jamais ter vivido os tempos difíceis de hiperinflação, o que talvez faça a conquista da estabilidade passar despercebida”, disse o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, na abertura da exposição. Segundo ele, é preciso conhecimento do passado para aprimorar o caminho do futuro.

O cenário de comprar e estocar alimentos e itens de necessidade básica para driblar a elevação constante de preços mudou em 1º de julho de 1994, com o lançamento da moeda nova, o Real, que veio substituir o Cruzeiro Real. Nos três meses anteriores, a unidade real de valor, a URV, foi utilizada para ajudar na indexação da nova moeda.

Segundo o Banco Central, a nova moeda trouxe estabilidade de preços e alterou hábitos de consumo no país. Acabou a correria para pegar mercadorias antes que fossem remarcadas, as compras do mês estocadas em freezers e as corridas as agências bancárias para garantir o salário do mês.

Na exposição, o público conhecerá um pouco do Brasil antes do Plano Real e as dificuldades para manter a inflação sob controle. Uma sessão mostrará os planos econômicos anteriores, fracassados, por meio de reportagens da época.

“Para um país que chegou a ter uma inflação mensal de 82% temos agora índices de preços previsíveis condizentes com as metas anunciadas, e esperamos manter patamares ainda menores”, disse o presidente do BC.

Roberto Campos Neto anunciou ainda que o Museu de Valores do Banco Central passará por uma reestruturação nos próximos meses e se tornará o primeiro Museu de Economia da América do Sul.

Na abertura da exposição também foi lançada uma moeda comemorativa dos 25 anos do Plano Real, com um beija-flor alimentando filhotes no verso, uma alusão à primeira moeda de um real que não está mais em circulação.

A exposição pode ser vista pelo público a partir desta quarta-feira (28). O museu está aberto de terça-feira a sexta-feira das 9h às 16h45.

*Com informações da EBC


Anúncio
Clique para Comentar

Deixe seu comentário

Cultura

Campus Party Goiás 2020 já tem data definida

Publicado

em

Por

A Campus Party estará de volta à capital goiana entre os dias 19 e 23 de agosto do próximo ano. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (26/11) após reunião do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, com o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia.

No encontro, realizado no Palácio das Esmeraldas, também foi anunciado que a edição 2020 da Campus Party Goiás será novamente realizada no estacionamento do Passeio das Águas Shopping,  local que recebeu o evento neste ano.

1ª edição

A primeira edição da Campus Party Goiás ostentou  grandes resultados de participação e engajamento: 7 mil campuseiros, sendo 2,5 mil acampados, e mais de 60 mil pessoas presentes na Open Campus.

O evento, realizado no Passeio das Águas Shopping, teve como parceiros o Governo de Goiás, Fapeg, Sebrae e Sistemas Faeg Senar.  Foram, ao todo, mais de  350 horas de atividades, 265 palestras e 108 workshops.

Continue Lendo

Cidades

Miss Goiás Universo 2020 será escolhida nesta sexta-feira, 29

Publicado

em

Por

O Miss Goiás Universo 2020 escolherá sua representante nesta sexta-feira (29/11), às 20h, no espaço de eventos do Restaurante Árabe, em Goiânia. O evento, sob a direção da empresária Fátima Abranches desde 2003, tem a missão de escolher dentre as dezesseis concorrentes a representar Goiás no Miss Brasil do próximo ano.

O concurso será para convidados e contará com a participação da atual Miss Goiás, Isadora Dantas, que se despede de seu reinado em noite de festa, após os tradicionais desfiles com trajes  de banho e de gala.Veja as concorrentes: 

Claudia Fernandes (Miss Acreúna), 25 anos, advogada

Samara Ferreira Domingos(Miss Anápolis), 20 anos, estudante de Estética

Lorena Souza (Miss Anicuns), 23, advogada

Cassia Natany (Miss Aparecida de Goiânia), 22 anos, estudante de Direito

Sara Gabriela de Paula Prado (Miss Caçu), 23 anos, jornalista

Lorena Gomes Monteiro (Miss Campinaçu), 23 anos, pedagoga e cientista contábil

Lorena Campos Rodrigues (Miss Goianápolis), 19 anos, estudante pré-vestibular

Talyta Pereira Mesquita (Miss Goiânia), 22 anos, estudante de Direito

Phabline Pereira (Miss Goianira), 25 anos, estudante de Direito

Vitória Morais (Miss Jataí), 19 anos, estudante de Medicina Veterinária)

Vitorya Mariano (Miss Palmeiras de Goiás), 18 anos, estudante de Biomedicina

Amanda da Conceição Rodrigues (Miss Quirinópolis), 24 anos, Estudante de Nutrição e Agronegócio

Evilin Vanessa Lenz (Miss Rio Verde), 24 anos, agricultora

Eduarda Ferreira Faria (Miss Santa Helena de Goiás), 21 anos, estudante de Medicina Veterinária

Izadora Barreto (Miss São Miguel do Araguaia), 18 anos, estudante de Direito

Isadora Ribeiro (Miss Uruaçu), 18 anos, estudante de Engenharia Civil

O Concurso Miss Brasil acontece desde o ano de 1954, quando Martha Rocha foi eleita a mais bela brasileira e garantiu ao nosso país o segundo lugar no Miss Universo. A atual Miss Brasil, a mineira Julia Horta, será a representante do nosso país no Miss Universo desse ano, com data marcada para o dia 8 de dezembro, em Atlanta, Estados Unidos. O evento será transmitido no Brasil pelos canais Band e TNT. 

Continue Lendo

Cultura

Coro Sinfônico de Goiânia apresenta Concerto Natalino com entrada gratuita

Publicado

em

Por

Goiânia – Será realizada hoje (25) em Goiânia a primeira apresentação do Concerto Natalino realizado pelo Coro Sinfônico. O evento será às 19h30, no Teatro Asklépios. Também haverá apresentação do concerto dia 27 de novembro, às 20h, na Paróquia Menino Jesus. As duas apresentações têm entrada gratuita.

O concerto acontece sob a regência da Maestrina Katarine Araújo e, ao piano, Fábio Leite. O repertório contempla desde canções tradicionais de Natal além de obras como o “Laudate Dominum”, de Mozart, que terá como solista a soprano Patrícia Melo; o “Sanctus”, da Missa de Santa Cecília, de Gnoud, que será interpretado pelo tenor Michel Silveira; o “Panis Angelicus”, de César Frank, interpretado pela mezzo-soprano Priscila Coelho; e “Cantique de Noel”, de Adolphe Charles, interpretado pelo tenor Félix Bauer. O concerto terá também duas obras do compositor goiano Fernando Cupertino, compostas para coro e piano.

Coro Sinfônico de Goiânia
Fundado em outubro de 1999, o Coro Sinfônico de Goiânia é resultado da fusão do antigo Coro Municipal com a Camerata Vocal de Goiânia. O Coro faz parte da Orquestra Sinfônica de Goiânia; sua fundação e manutenção é uma iniciativa da Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Formado por cantores profissionais, o repertório contempla desde obras corais a cappella às grandes obras corais-sinfônicas, buscando sempre valorizar a literatura coral brasileira, ao lado do repertório internacional. Seu trabalho consiste em difundir e socializar a música pela capital goiana, com intenso trabalho nos teatros, igrejas, escolas e periferias da cidade.

Continue Lendo

Em Alta