Conecte-se

Cidades

Unidade Oncológica de Anápolis luta para manter atendimentos

Publicado

em

A Unidade Oncológica de Anápolis une funcionários, pacientes e familiares para mostrar a importância da unidade para os atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A data escolhida foi o dia 27 de novembro, Dia Nacional de Combate ao Câncer.

Diretor clínico João Beltrão

O diretor clínico do hospital, João Beltrão, explicou que a mobilização também contou com a participação de voluntários. Sobre a possibilidade se o Hospital do Câncer poder fechar, ele defendeu que não trabalha com essa possibilidade.

“Existe uma dificuldade de fluxo de pacientes e a direção declarou que não consegue manter a unidade viável para funcionamento. Mas já estamos conversando com a Secretaria de Saúde de Anápolis, com a Regulação e assim lutar para que os tudo continue funcionando”, disse João Beltrão.

A unidade de Anápolis atende 60 municípios de Goiás, e pacientes vindos de outros estados como, por exemplo, Minas Gerais, Bahia, Distrito Federal, Pará, Pernambuco, Paraná, Roraima e Tocantins.

Além do atendimento médico, a unidade dispõe de uma equipe multiprofissional para o tratamento oncológico, o que inclui Serviço Social, Enfermagem, Psicologia, Odontologia e Fonoaudiologia.

São mais de nove mil pacientes por ano que dependem da Unidade Oncológica de Anápolis.

João Beltrão informou que existe um projeto de ampliação de leitos da unidade que está sendo adequado às exigências do Ministério da Saúde.

Os rumores surgiram devido a dificuldade de alguns pacientes conseguirem acesso ao tratamento oncológico. Mas a luta é para evitar isso.

“Uma nova unidade não aumenta a qualidade, tem que prezar pela qualidade do que temos. Precisamos do apoio da sociedade para manter os serviços e buscar recursos”, disse o diretor clínico.

Anúncio
Clique para Comentar

Deixe seu comentário

Cidades

Leandro Ribeiro propõe parceria inovadora para construção da nova sede do Legislativo

Publicado

em

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Anápolis apresentou nesta semana uma proposta para dar mais agilidade a uma nova sede do Legislativo. O modelo, já feito pelo Ministério Público e sugerido pela promotora Sandra Mara Garbelini, é da construção sob medida.

A sede é construída sem usar o dinheiro público, sem nenhum custo para o Executivo nem para o Legislativo. O edital abriria a oportunidade para empresa ou pessoa física, que tenha o interesse em locar um terreno, que esteja dentro das exigências pré-definidas pela Câmara, e tenha capacidade para adaptar ou construir na área, e fazer todas as adequações, participassem de uma livre concorrência.

Com essa proposta público-privada, uma estrutura mais moderna poderá começar a funcionar o mais breve possível. A ideia é que seja feita longe do centro de Anápolis, pensando na infraestrutura de trânsito e local para estacionamento.

O presidente da Câmara, Leandro Ribeiro (PTB), explicou que os servidores e a população precisam de um local adequado para trabalhar e ter acesso aos serviços públicos.

“Coloquei a questão para os colegas, pedi para analisarem, e dentro dessa legislatura nós podemos ter um prédio novo, moderno, com acessibilidade para a população, com estrutura de trabalho para o pessoal do administrativo e com uma Câmara que represente a cidade de Anápolis”, pontuou o chefe do Legislativo.

O modelo sob-medida é inovador e foi feito pelo Ministério Público em 2016 para a instalação das novas promotorias em Anápolis.

“Um modelo inovador que garante que os recursos públicos sejam destinados para Saúde, Educação e Segurança. Vamos consultar a Procuradoria e junto com o Ministério Público garantir que tudo esteja dentro da legalidade”, falou Leandro Ribeiro.

A Mesa Diretora ressaltou que as obras embargadas na Praça 31 de Julho não serão demolidas, e que o processo de investigação para averiguar os erros de projeto continuam.

“Não queremos mais que essa questão se transforme em algo político porque quem sofre é a população. Queremos uma solução”, disse Leandro Ribeiro.

Continue Lendo

Cidades

Obras do novo viaduto do Recanto do Sol estão previstas para início de 2020

Publicado

em

O poder público municipal de Anápolis anunciou nesta quarta-feira (22.Mai) que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) já tem o projeto para um novo viaduto na região do Recanto do Sol e que o Ministério de Infraestrutura garantiu que as obras devem começar no início de 2020. A proposta é desafogar o trânsito da Avenida Universitária e adjacentes, e na BR-414.

De imediato, o bairro flor do cerrado – I Etapa – terá um novo acesso com a interligação da Rua FC-22 com a BR- 153. As intervenções começaram nesta quarta-feira (22.Mai), com a pavimentação de 500 metros e a previsão de entrega é de 90 dias.

Segundo informações do poder público municipal, são mais de 50 mil habitantes que tem apenas uma entrada e saída de acesso. O valor do projeto de interligação a BR 153 é de cerca de R$ 850 mil, uma parceria público-privada e prevê a construção de bueiros celulares sobre um afluente do córrego das antas e também a compactação do solo e pavimentação das vias.

Continue Lendo

Cidades

Anápolis terá festival de churrasco com uma tonelada de carne

Publicado

em

No dia 8 de junho, Anápolis recebe mais uma edição do festival de Churrasco Brazza BBQ 2019. Este ano, o evento será no CEL da OAB das 13 às 21 horas, contando com 8 horas de música, quatro shows para todos os estilos, 1 tonelada de carne, além de mais de mil litros de Cerveja.

Os interessados poderão comprar os seus ingressos até o dia 4 de junho no site da Sympla no valor de R$ 150,00. Crianças de até 11 anos não pagam.

Estará disponível aos participantes estações de Hambúrguer, Varal de Frangos Caipira, Varal de Linguiças, Choripan, Varal de Ancho, Cupim Defumado, Costela Fogo de Chão, Fraldinha, Porco inteiro e arroz caldoso. Além de sobremesas como Crepe Brûllé com doce de leite e bebidas não alcoólicas. 

Continue Lendo

Em Alta