Conecte-se

Esporte

Mais de 4,3 mil pessoas já se inscreveram para corrida de rua de Anápolis

Publicado

em

Faltando 25 dias para a 3ª etapa do Circuito Anapolino de Corrida de Rua, mais de 4,3 mil competidores já se inscreveram na prova, o que representa 86% do limite máximo de 5 mil vagas.

A competição será realizada no dia 30 de junho, a partir das 8h, na entrada da Ala 2 (antiga Base Aérea). A modalidade é o Cross Country, na qual a prova é disputada em estrada de terra. As inscrições podem ser feitas pelo site.

Para a diretora de Esportes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Simone Pereira, o interesse da população em participar da corrida tem aumentado cada vez mais, o que é fundamental para o sucesso do evento.

‘‘Agradecemos a sociedade anapolina que optou por qualidade de vida e aderiu à corrida como forma de sair do sedentarismo e fazer novos amigos. O sucesso se deve aos atletas e é uma recompensa pelo empenho da organização’’, ressaltou. E

Anúncio
Clique para Comentar

Deixe seu comentário

Esporte

Marta lamenta derrota e pede que jogadoras se preparem melhor

Publicado

em

Por

A atacante Marta, a melhor jogadora do mundo, eleita para Federação Internacional de Futebol (Fifa), deixou o gramado do Estádio Océane, em Le Havre, após a derrota para a França por 2 a 1, nesse domingo (23), cobrando apoio dos dirigentes para uma preparação com mais tempo de trabalho e que as jogadoras valorizem e trabalhem melhor para chegar bem em competições do nível de uma Copa do Mundo.

“É um momento especial e a gente tem que aproveitar. O momento é muito emocionante. Queria estar sorrindo aqui ou até chorando de alegria. A gente pede tanto, pede apoio, mas a gente também precisa valorizar. A gente está sorrindo aqui e acho que esse é o primordial, ter que chorar no começo para sorrir no fim. É treinar mais, estar pronta para jogar 90 minutos, 30 minutos, e quantos mais forem. Não vamos ter Formiga, Marta e Cristiane para sempre. O futebol feminino depende de vocês. Pensem nisso, valorizem mais. Chorem no início para sorrir no fim”, disse Marta, muito emocionada ainda no gramado.

Marta pediu que as atletas, a partir de agora, comecem a pensar na Olimpíada, porque, segundo ela, uma Copa e uma Olimpíada são momentos especiais. De acordo com a camisa dez da seleção, isso é importante para que cada jogadora faça um trabalho mais forte e chegue nessas competições mais preparadas.

“Eu acho que o primordial neste momento é que todas [jogadoras), a que estão aqui, as que passaram pela seleção, as que pretendem chegar na seleção, possam ter em mente que é importante um trabalho cedo, para chegar bem preparada em uma competição como uma Copa do Mundo, uma Olimpíada. Porque não adiante querer fazer isso em meses”, afirmou.

De acordo com Marta, a seleção deu o seu melhor nesta Copa. E que deixava a competição com muito orgulho, pois o Brasil enfrentou uma das favoritas para a vencer a competição de igual para igual.

O treinador Vadão elogiou o desempenho da equipe, afirmando que a partida contra as francesas foi um jogo duro para os dois lados. Segundo ele, o Brasil teve uma chance com a atacante Debinha, no minuto final do primeiro tempo da prorrogação, mas acabou errando na finalização da jogada, ao contrário da França que acertou o gol com a atacante Henry. De acordo com o técnico brasileiro. As francesas venceram porque finalizaram melhor.

Continue Lendo

Esporte

Jogos de hoje definem adversário do Brasil nas quartas de final

Publicado

em

Por

As duas partidas de hoje (24) do grupo C definirão o adversário do Brasil nas quartas de final da Copa América. Isso porque a seleção brasileira enfrentará o terceiro colocado do grupo B ou C. Japão joga contra o Equador, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, enquanto Uruguai enfrenta o Chile, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Os jogos serão às 20h.

Dependendo dos resultados, os brasileiros podem enfrentar o Japão, Equador, Uruguai ou o Paraguai (terceiro colocado no grupo B) na próxima fase.

Se Japão e Equador empatarem hoje, por exemplo, o Paraguai se classifica. Japoneses e paraguaios teriam 2 pontos, mas o Paraguai tem um saldo de gols melhor. Se o Equador vencer, por qualquer placar, se classifica em terceiro e enfrenta o Brasil.

No caso de o Japão vencer a partida, há duas hipóteses. O mais provável é que, em caso de vitória do Japão, que tem 4 gols negativos de saldo, a seleção asiática se classifique em terceiro lugar no grupo e enfrente o Brasil.

Se o Japão, no entanto, golear o Equador e/ou o Uruguai (que tem saldo de 4 gols positivos) perder de goleada do Chile, o Japão pode se classificar até em segundo colocado no grupo. Nesse caso, o adversário do Brasil será o Uruguai.

O Chile tem 6 pontos e só precisa de um empate para terminar na primeira posição. O Uruguai tem 4 pontos e precisa da vitória para se classificar em primeiro. Se empatar, fica em segundo lugar.

Se o Uruguai perder, pode terminar em segundo ou terceiro colocado no grupo, dependendo dos placares de seu jogo contra o Chile e da partida entre Japão e Equador.

O único confronto já definido das quartas de final é entre Argentina (segundacolocada do grupo B) e Venezuela (segunda colocada do grupo A).

A Colômbia (primeira colocada do grupo B) enfrenta a segunda colocada do grupo C (que pode ser Chile, Uruguai ou Japão).

O primeiro colocado do grupo C (que pode ser Chile ou Uruguai) enfrenta o Peru (terceiro colocado do grupo A). O Brasil espera seu adversário para jogar pelas quartas de final às 21h30 de quinta-feira (27), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Continue Lendo

Esporte

Brasil enfrenta França nas oitavas de final do Mundial Feminino

Publicado

em

Por

O Brasil já sabe quem será o seu adversário nas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Será a anfitriã França. O jogo ocorre no próximo domingo (23) às 16h (horário de Brasília) no estádio Océane, em Le Havre.

O confronto foi definido nesta quinta (20) após as partidas da 3ª rodada do grupo F da competição, que fecharam a primeira fase do Mudial.

A França chega a este jogo como primeira colocada do grupo A, com 3 vitórias em 3 partidas, enquanto o Brasil chega como o terceiro colocado do grupo C, com 2 vitórias e 1 derrota na fase inicial.

O retrospecto é totalmente favorável às francesas. Em 8 jogos, entre amistosos e partidas de Copa do Mundo, ocorreram 5 empates e 3 vitórias da França.

Continue Lendo

Em Alta