Conecte-se

Esporte

Brasil vence Chile em jogo da Copa do Mundo FIBA no Goiânia Arena

Publicado

em

Depois de vencer a Colômbia na quinta-feira (22.Fev), o Brasil bateu o Chile neste domingo (25.Fev), no Goiânia Arena e alcançou a quarta vitória na classificatória da Copa do Mundo da China e se manteve invicto no grupo B.

O Goiânia Arena bateu recorde mundial de público da competição até agora. O Brasil venceu por 83 a 58 (36 a 32).

O JOGO

O Chile até abriu o placar com o pivô Isla, mas a Seleção começou bem mais concentrada do que contra a Colômbia. Principalmente Lucas Dias, que acertou suas duas primeiras bolas de três e colocou o Brasil na frente. Quem também estava com a mão calibrada era Suarez.

O camisa 10 chileno anotou três bolas seguidas de três e deixou tudo igual a pouco menos de dois minutos para o fim do período inicial. O Brasil voltou a ficar em vantagem com Varejão, mas Del Solar e Vera, com outro chute de três, garantiram a vitória parcial da equipe visitante por 18 a 15.

A Seleção voltou para o segundo. O ala seguia quente e com quatro pontos seguidos aumentou a diferença para cinco pontos. Mas com dois arremessos de três, um de Cipolini e outro de Leó Meindl, o Brasil rapidamente retomou a dianteira e abriu 10 de vantagem na sequência.

A seleção chilena diminuiu o prejuízo para apenas dois depois de um chute de três do meio da rua de Morales. Mas com dois pontos de Lucas Dias, depois de grande jogada de Leandrinho, a Seleção Brasileira foi para o intervalo vencendo por 36 a 32.

Discreto no primeiro tempo, Benite voltou com tudo na etapa final. Com duas assistências e cinco pontos seguidos, o camisa 8 ajudou a seleção a aumentar a vantagem para oito pontos. O Chile era valente e continuava incomodando com as bolas de três de Suarez, mas Benite também estava inspirado. Com outros três arremessos de três, o ala tirou o Brasil do sufoco e aumentou a diferença para 12, a maior da partida.

A pontaria de Benite incendiou a Goiânia Arena e contagiou o resto da Seleção nos 10 minutos finais. Com quatro pontos de Pecos e dois de Varejão, a vantagem brasileira pulou para 18 em pouco menos de dois minutos do último período.

Com uma vantagem confortável, Petrovic preferiu tirar Benite, que saiu ovacionado de quadra. Mesmo sem o camisa 8, as bolas de três continuaram caindo. Primeiro com Jhonatan, depois com Léo Meindl.

Depois de a partida ficar paralisada por alguns minutos devido à forte chuva que caiu na capital goiana, a Seleção só precisou administrar os 22 pontos de frente para chegar à quarta vitória consecutiva e manter a liderança no grupo B dos Jogos Classificatórios da Copa do Mundo da China.

“Desde o início das eliminatórias nós criamos um grupo muito forte com jogadores experientes como o Anderson Varejão e o Leandrinho e as coisas têm dado certo até aqui. Fico muito feliz de ter conseguido jogar e ter ajudado a Seleção a conquistar mais uma vitória”, destacou Benite ao final do jogo.

Varejão, que também era dúvida para a partida de hoje, destacou a superação dele e de Benite para estarem em quadra. “Nós sabemos que todo jogador sempre entra em quadra com algum tipo de dor e acaba tendo que se superar. Foi isso que aconteceu hoje comigo e com o Benite. Até algumas horas antes da partida nós não sabíamos se iríamos conseguir jogar. Felizmente conseguimos nos superar e hoje o Benite foi um monstro em quadra”.

*Texto e Foto: CBB/FIBA

Anúncio
Clique para Comentar

Deixe seu comentário

Esporte

Anápolis Vôlei tem lampejos, mas perde para Taubaté no primeiro amistoso

Publicado

em

Por

O Anápolis vôlei teve bons momentos, animou a torcida e até venceu um set, mas não conseguiu surpreender o Taubaté no primeiro amistosos da copa anapolina de voleibol. No Newton de faria, o Lobo Guará foi derrotado pelo atual campeão da superliga por 3 sets a 1, na noite desta terça-feira (20. Ago).

As equipes, em fase de pré-temporada, voltam a se enfrentar na quinta-feira (22. Ago), às 20 horas, também no Ginásio Newton de Faria.

O time anapolino iniciou dominante, e por vezes parou o grandalhão Vissoto no bloqueio. Raphael também foi uma das principais vítimas do paredão auriazul no set inicial. No ataque estreante Temponi virava todas. O Lobo Guará chegou a abrir quatro pontos na frente.

No entanto, a superioridade do atual campeão da superliga começou a aparecer. As bolas anapolinas, que antes caiam fáceis, agora dificilmente iam ao chão. O Anápolis passou a errar muito, especialmente no side-out. Assim o Taubaté virou e ganhou o primeiro set por 25 a 21.

O segundo set começou equilibrado, com dois times errando muito, somente nos saques, Anápolis e Taubaté cederam, cinco pontos cada ao adversário. No meio da parcial, no entanto, a equipe paulista começou a deslanchar. O atual campeão da superliga anotou oito pontos seguidos e abriu uma vantagem confortável.

Em ritmo de pré-temporada, o Lobo Guará cometeu muitos erros. No fim, os auriazuis ainda esboçaram uma reação, convertendo quatro pontos consecutivos e determinando o momento. A diferença chegou a cair para um ponto. Todavia, o Taubaté, manteve a tranquilidade e abriu 2 sets a 0, com um triunfo de 25 a 23 na segunda parcial.

A equipe da casa deixou a insegurança de lado no terceiro set. Com Madaloz, Wanderson e Temponi pegando fogo, o Anápolis abriu a frente para Taubaté logo de cara. Sem reação, o time paulista ficou nervoso e passou a cometer muitos erros não forçados, especialmente no saque.

Em momento algum, o lobo guará deu chance de reação ao rival. O levantador Paulo Renan controlou bem a velocidade da partida e apresentou um repertorio bem melhor nos passes. A eficiência anapolina rendeu a vitória por 25 a 21 e a manutenção da esperança.

O Taubaté foi avassalador no quarto set. O atual campeão acertou a mão no saque, principalmente com Vissoto. As bolas com os ponteiros passaram a não funcionar. Pelo meio, Lucas Gil virou algumas bolas, mas não foi o suficiente para incomodar a liderança paulista no placar.

Com a diferença aumentando, o Anápolis foi obrigado a forçar os saques e cometeu muitos erros. A desvantagem goiana chegou a 10 pontos no placar. Com tranquilidade, o Taubaté fechou em 25 a 17.

Com informações Esporte Goiano

Continue Lendo

Esporte

Anápolis Vôlei x Vôlei Taubaté se enfrentam nesta terça-feira, 20

Publicado

em

Por

Começa nesta terça-feira (20.Ago) a Copa Anapolina de Voleibol, no Ginásio Internacional Newton de Faria. O duelo desta vez é entre Anápolis Vôlei x Vôlei Taubaté (SP), a partir das 20 horas. A equipe paulista está na cidade, onde realizou treino de reconhecimento em quadra.

O treinador Ricardo Picinin, do Anápolis Vôlei, disse que se sente honrado em participar da Copa Anapolina. ‘‘É a primeira edição. Ainda por cima vamos enfrentar um time com jogadores de Seleção Brasileira. O teste será fundamental para nossas pretensões no Mineiro de Voleibol e Superliga B”, ressalta o técnico.

O secretário Municipal de Esportes, Karim Abrahão, acredita que a Copa Anapolina entrará para a história da cidade. ‘‘Jogadores como Rapha, Lipe e Leandro Vissoto atuando contra nossa equipe, será inesquecível’’, prevê o secretário.

O projeto
Com média de quatro mil espectadores por jogo na Superliga B 2019, o Ginásio Internacional Newton de Faria sediou partidas e colocou apresentou o Anápolis Vôlei e o torcedor. Os maiores públicos da competição foram registrados na cidade, superando, até mesmo, partidas da Superliga Série A. O sucesso se deve a uma parceria entre Prefeitura de Anápolis e Instituto Dante Vôlei.

Continue Lendo

Esporte

Novo Código da Fifa permite que árbitros terminem o jogo em caso de racismo

Publicado

em

Por

A Fifa anunciou no último domingo (11. Ago) o novo Código Disciplinar da entidade. A principal mudança envolve o combate ao racismo. Pelas novas normas, o árbitro poderá até encerrar uma partida e atribuir a derrota ao time responsável por incidentes racistas.

A medida, contudo, é vista como a última ação que um árbitro tomará diante de atos racistas. Antes disso, ele precisará solicitar um anúncio público pedindo que o comportamento pare e, caso não resolva, suspender a partida temporariamente até que os atos se encerrem. Se o problema continuar, a decisão de encerrar o jogo poderá ser posta em prática.

A Fifa salienta que a definição e o conteúdo da visão antirracista dela está  totalmente alinhada com os mais altos padrões internacionais, incluindo o julgamento de qualquer discriminação por motivo de raça, cor da pele, origem étnica, nacional ou social, gênero, deficiência, orientação sexual, religião, opinião política ou qualquer outra condição ou outra razão.

O novo Código Disciplinar da Fifa entrará em vigor a partir do dia 15 de julho deste ano.

Com informações Veja

Continue Lendo

Em Alta