Conecte-se

Cidades

Anápolis registra 60 mortes por acidentes de trânsito, 70% decorrem de embriaguez ao volante

Publicado

em

Em 2018, 60 mortes em decorrência de acidente de trânsito foram registradas, 70% são por embriaguez ao volante. Para combater esses números crescentes, a Delegacia de Trânsito da cidade irá começar em janeiro de 2019 fiscalizações específicas para punir a embriaguez ao volante.

O delegado titular de Trânsito em Anápolis, Manoel Vanderic, explicou que as abordagens não serão feitas com barreiras fixas, mas os veículos em atitude suspeita serão parados para esclarecer a situação que pode ser: andar na contramão, farol apagado, em alta velocidade ou com bebidas alcoólicas nas mãos enquanto dirige.

Sem barreira fixa evita que as pessoas divulguem em grupos de whatsapp e aplicativos onde está a fiscalização.

“Os números são alarmantes e deixam de ser problema somente de segurança pública, mas de saúde pública também já que as vítimas precisam ser encaminhadas para os hospitais da cidade e mobilizam toda uma equipe técnica para aquele atendimento”, detalhou Vanderic.

A proposta é que as ações sejam realizadas depois da meia-noite, entre sexta-feira e domingo. A administração pública de Anápolis irá custear as ações.

“No início da Delegacia do Trânsito em Anápolis, há três anos, foram feitas ações à noite aos finais de semana e feriados, época em que os acidentes de trânsito aumentam. A eficácia foi tanta com as prisões e a queda de comercialização de bebidas que os empresários e alguns políticos pediram a suspensão das abordagens”, contou Manoel Vanderic.

A fiscalização é responsabilidade do Estado, então eles suspenderam as horas extras do efetivo. Sem a gratificação, as abordagens foram suspensas.

“Os funcionários já acumulam funções das delegacias do Idoso, Deficiente e Consumidor. Não conseguimos trabalhar sem esse apoio”, lamentou Vanderic.

O motorista que for pego e se recusar a assoprar o bafômetro, ele é preso imediatamente. Se soprar e der acima de 0,34 miligramas é preso. A liberação é somente com o pagamento de fiança que varia de um a 100 salários mínimos, calculados de acordo com a renda familiar do acusado.

“Ressalto que não é preciso assoprar o bafômetro. Se o motorista não quiser soprar, mas tem sinais de embriaguez, ele será detido de qualquer forma”, informou o delegado.

O valor pago em dinheiro, o acusado é liberado para responder ao processo em liberdade. Se recusar a pagar, será encaminhado a cadeia pública.

Com as ações, Manoel Vanderic garante que as pessoas deixam de dirigir embriagadas, aumenta os serviços de Uber e táxi.

“Eles perdem a sensação de impunidade. A maioria desses infratores são pessoas de alto poder aquisitivo, que julgam ter um apadrinhamento que se eles fizerem isso não serão punidos”, disse o delegado.

Anúncio
Clique para Comentar

Deixe seu comentário

Cidades

Avião com 500 kg de cocaína é interceptado e apreendido em Quirinópolis

Publicado

em

Por

Um avião com aproximadamente 500 kg de cocaína foi interceptado e apreendido no início da manhã desta quinta-feira (16), em Quirinópolis, região Sudoeste do Estado. Na ação conjunta entre a Polícia Militar (PM), Polícia Federal (PF) e Força Aérea Brasileira (FAB), duas pessoas foram detidas e outras três morreram durante confronto com os agentes. Os suspeitos, a droga e armas usadas pelos criminosos foram encaminhados à sede da PF em Goiânia. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pois as investigações ainda estão em andamento.

Segundo registros da PM, o avião pousou em em uma pista clandestina em Quirinópolis para descarregar a droga. Ao serem abordados, os suspeitos decolaram novamente. A aeronave foi interceptada por caças da FAB e precisou fazer um pouso forçado na pista do aeroporto da cidade vizinha, Rio Verde. No local, o piloto e copiloto foram presos.

Nesse instante, o grupo de agentes e militares se dividiu em dois: um para lidar com a fuga e outro para deter suspeitos que aguardavam a chegada dos entorpecentes, os quais deram início a um tiroteio. Três pessoas morreram.

De acordo com o Grupo de Radiopatrulha Aérea da PM (Graer), o avião teria saído da Bolívia, mas a corporação ainda não informou o trajeto exato percorrido pela aeronave conduzida pelos suspeitos.

Além do avião utilizado no tráfico, os policiais apreenderam armas, um carro e a carga de cocaína. Os suspeitos e os materiais foram encaminhados à sede da PF em Goiânia.

Continue Lendo

Cidades

PRF apreende cerca de 4 mil relógios irregulares dentro de carro na BR-153, em Uruaçu

Publicado

em

Por

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 4 mil relógios irregulares na BR-153, em Uruaçu, região nordeste de Goiás. Segundo a corporação, a carga era estrangeira e não tinha a documentação necessária.

A abordagem foi feita na quarta-feira (15). As peças estavam no porta-malas de um Fiat Uno, conduzido por um idoso de 73 anos. Ele afirmou que adquiriu os produtos no Paraguai por R$ 25 mil e pretendia revendê-los em Marabá (PA).

De acordo com a PRF, os relógios foram adquiridos em outro país e não possuíam o que é chamado desembaraço aduaneiro, que é a liberação de sua entrada no Brasil pela alfândega após sua documentação ser verificada.

O idoso deve responder pelo crime descaminho. O veículo e a carga apreendidos foram encaminhados para a sede da Receita Federal, em Goiânia.

Continue Lendo

Cidades

PRF prende foragidos do Maranhão dentro de ônibus com trabalhadores rurais em Porangatu

Publicado

em

Por

Dois foragidos da Justiça do Estado do Maranhão foram presos, na noite desta quarta-feira (15), na BR-153, município de Porangatu, a 411 km de Goiânia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os homens viajavam em ônibus separados que transportavam cerca de 98 trabalhadores rurais para uma plantação de cana-de-açúcar para o interior de São Paulo.

A detecção dos foragidos, segundo a PRF, se deu no momento em que veículos e passageiros eram fiscalizados. Os ônibus saíram do município de Penalva, no Maranhão, e tinham como destino São José do Rio Preto. Os foragidos foram detidos e encaminhados para a Central de Flagrantes de Porangatu.

Os fugitivos foram identificados como Oliveiros Gama, de 50 anos, e César Machado, de 33 anos. O mais velho, inclusive com extensa ficha criminal, é acusado de chefiar uma associação criminosa e já responde por homicídio, tráfico e assalto a mão armada.

Continue Lendo

Em Alta