Conecte-se

Últimas Notícias

Anac suspende operações de aeroclube dono de avião que caiu em Sergipe

Publicado

em

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que decidiu suspender as operações do Aeroclube de Alagoas, proprietário da aeronave que caiu nesta segunda-feira, em Sergipe, vitimando o cantor Gabriel Diniz e os dois pilotos. A agência interditou também as nove aeronaves pertencentes à empresa.

“A aeronave, de matrícula PT-KLO, da fabricante Piper Aircraft e de propriedade do Aeroclube de Alagoas, estava registrada na categoria Instrução e não poderia prestar serviço fora da sua finalidade, incluindo o transporte remunerado de pessoas”, disse a Anac.

O serviço de táxi-aéreo é autorizado e fiscalizado pela Anac e só pode ser prestado por empresas que cumpram uma série de requisitos para garantir a segurança no transporte de passageiros. A agência informou ainda que abriu um processo administrativo para apurar possíveis irregularidades em relação à operação da aeronave acidentada. Entre as apurações, estão as condições em que estava sendo feito o transporte de passageiro em aeronave de Instrução, categoria destinada a voos de treinamento.

“Após a conclusão da investigação ou mesmo durante o andamento do processo administrativo instaurado, os responsáveis poderão ser multados e ter licenças e certificados cassados. Além da aplicação de sanções administrativas, a Anac pode encaminhar denúncia ao Ministério Público e à Polícia para que sejam tomadas medidas no âmbito criminal”, informou a agência.

Ainda de acordo com a Anac, os dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) mostram que a aeronave estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até fevereiro de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até março de 2020. O modelo é um monomotor com capacidade máxima de 3 passageiros mais a tripulação, totalizando 4 assentos.

As investigações sobre as causas do acidente estão sendo conduzidas pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), de Pernambuco, órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), do Comando da Aeronáutica.

Anúncio
Clique para Comentar

Deixe seu comentário

Últimas Notícias

Acidente grave na BR 153 deixa três mortos

Publicado

em

Na tarde desse domingo (14. Jul), um acidente, após uma colisão frontal de um carro de passeio em um caminhão na BR 153, km 268, município de Nova Glória, deixou três vitimas de uma família que estava em viagem.

Segundo levantamentos preliminares feitos pela Polícia Rodoviária Federal, o caminhão que seguia sentido norte, para não bater na traseira de uma carreta, invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com um Hyundai HBR que seguia no sentido contrário.

Com o impacto, os dois veículos saíram da rodovia e foram parar na faixa de domínio da via, no sentido norte/sul.

No carro de passeio viajavam seis pessoas, morreram na hora dois adultos e uma criança e os outros passageiros, uma adolescente e dois adultos tiveram ferimentos graves e foram encaminhados ao hospital Municipal de Ceres.

O condutor do caminhão foi submetido ao teste de bafômetro e não estava alcoolizado.

Continue Lendo

Últimas Notícias

PRF flagra carro de capacidade para 5 levando 11 pessoas, em Anápolis

Publicado

em

No final da tarde desse domingo (14.Jul), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou na BR 060, em Anápolis, um carro de passeio, Honda Civic, com capacidade para cinco pessoas transportando 10 pessoas, além do motorista.

O carro seguia de Abadiânia para Anápolis quando foi parado pelos agentes na unidade operacional da PRF local. No interior do veículo havia 11 pessoas, sendo oito adultos e três crianças de 3, 7 e 9 anos de idade.

Além do excesso de lotação, o carro possuía pneus carecas, os passageiros não utilizavam cinto de segurança e a criança não estava na cadeirinha.

O veículo foi retido e o motorista autuado em quatro infrações de trânsito, sendo 1 média,  2 graves e 1 gravíssima, o que pode lhe render mais de 800 reais em multas e 21 pontos na CNH.

Continue Lendo

Últimas Notícias

Secretário é indiciado por acidente causado por buraco em rua de Anápolis

Publicado

em

Por

A Polícia Civil indiciou o secretário de Obras de Anápolis , Francisco Elísio Lacerda, pela morte da professora Thalita dos Santos Bueno, de 20 anos, em abril último. A vítima pilotava uma moto quando foi atropelada após passar por um buraco na rua, se desequilibrar e cair. A corporação entendeu que o buraco foi à causa do acidente.

Lacerda deve responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. De acordo com a polícia, ele foi responsabilizado por omissão e negligência, uma vez que a manutenção na rua não ocorria há pelo menos quatro meses.

A corporação entendeu ainda que a motorista que atropelou a jovem não teve culpa no acidente.

O documento aponta que, segundo a perícia, o buraco que causou o acidente tinha mais de 1 metro de comprimento. Câmeras de segurança registraram a queda e o atropelamento, mas as imagens não foram divulgadas em respeito à família.

Morte

Thalita morreu no dia 15 de abril, quando passava pela Rua Joaquim Propício de Pina, no cruzamento com a Avenida Santos Dumont, uma das vias mais movimentadas do município. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

A jovem estava no último ano do curso de pedagogia e, segundo a família, trabalhava como voluntária levando alegria a crianças através do teatro.

Continue Lendo

Em Alta